Onde está o coveiro? Reflexões sobre o futuro do capitalismo

Artigos

altRodrigo Gonsalves, texto apresentado no evento “Futuro e Hipótese Comunista” realizado pelo Círculo de Estudos da Ideia e da Ideologia na UFABC.

Ao final do primeiro capítulo do Manifesto, Marx e Engels são contundentes ao afirmarem que “a burguesia produz, sobretudo, seus próprios coveiros. Sua queda e a vitória do proletariado são igualmente inevitáveis”. Desde 1848, data de publicação da obra acima mencionada, o capitalismo já foi colocado em xeque em diversas ocasiões e saiu, se é que pode­-se utilizar este

Atualizado em 20.02.17

Leia mais...

 

Marx e Engels como historiadores da literatura, de György Lukács

Biblioteca comunista

altChegou o novo título da coleção Biblioteca Lukács, coordenada por José Paulo Netto na Boitempo! Marx e Engels como historiadores da literatura oferece um precioso mapa da visão de Marx e Engels sobre a arte, feito por um dos maiores filósofos marxistas e pensadores da estética no século XX.

Atualizado em 20.02.17

Leia mais...

 

Fidel Castro e Ignácio Ramonet: cem horas e um documento histórico

Notícias

altMatéria originalmente publicada na revista eletrônica Fórum em 2006, contendo uma seleção de trechos da obra Fidel Castro: biografia a duas vozes, escrito por Ignácio Ramonet, feita com base em cem horas de entrevista com o líder da Revolução Cubana.

Por Renato Rovai

Atualizado em 20.02.17

Leia mais...

 

O PODER POPULAR Nº 16

Notícias

altEstá no ar a edição nº 16 de O PODER POPULAR, um jornal a serviço das lutas populares e da revolução socialista, editado pelo Partido Comunista Brasileiro (PCB).

Atualizado em 20.02.17

Leia mais...

 

Intelectuais do mundo destacam liderança de Fidel Castro

Notícias

imagemHavana, 30 nov (Prensa Latina) Intelectuais e pensadores de todo mundo enviam suas mensagens de condolência pela morte do líder histórico da Revolução cubana, Fidel Castro, e destacam a influência de seu pensamento na política universal.

Com Fidel morre o último grande líder do século XX; o único que sobreviveu ao sucesso de sua própria obra: a Revolução cubana, assegurou o teólogo brasileiro Frei Betto.

O dirigente que conduziu os destinos de sua nação durante quase meio século deixa um legado inestimável. Acho que morreu feliz pela coerência de sua vida, enfatizou.

Atualizado em 20.02.17

Leia mais...