Participação do PCB nas lutas no campo por Ronilson Barboza de Sousa

E por falar em PCB

altContribuição ao debate sobre a participação do PCB nas lutas no campo:

Um breve balanço da atuação do PCB junto ao camponeses.

Atualizado em 18.01.17

Leia mais...

 

Carlos Nelson Coutinho

Notícias

altEm 28 de junho de 2016, dia em que Carlos Nelson Coutinho completaria 73 anos, marxismo21 homenageou o autor com a publicação de um extenso dossiê sobre a sua obra teórica. Nesta página são divulgados livros, artigos, entrevistas etc. bem como diversos textos e vídeos que examinam o profícuo trabalho intelectual desse pensador.

Atualizado em 18.01.17

Leia mais...

 

Escravocratas de ontem e de hoje por Astrojildo Pereira

Biblioteca comunista

Ainda jovem iniciou sua militância em organizações operárias de orientação anarquista, tendo sido um dos promotores, em 1913, do II Congresso Operário Brasileiro. Iniciou na imprensa operária sua carreira de jornalista, atividade a que se dedicaria durante a maior parte de sua vida.

Com a vitória da Revolução Russa, em 1917, começou a afastar-se do anarquismo.

Em 1922, participou do congresso de fundação do Partido Comunista Brasileiro, então Partido Comunista do Brasil (PCB), em Niterói (RJ).

Atualizado em 18.01.17

Leia mais...

 

Camarada Dalva, presente!

Notícias

É com pesar que a Fundação Dinarco Reis vem comunicar o falecimento da camarada Dalva do Nascimento, ocorrido no último dia 26.

Dalva nasceu em Prata, MG, em 1918. Na década de 20, mudou-se para Uberlândia e graduou-se em Ciências Contábeis. Na adolescência, ingressou no PCB e prestou solidariedade a velhos camaradas como Élson Costa, Ivan Ribeiro e Dinarco Reis, abrigando-os em sua casa na clandestinidade.

Atualizado em 18.01.17

Leia mais...

 

Não houve primaveras nem foram árabes

Entrevistas com a História

Esta importante entrevista com Ahmed Bensaada, académico argelino radicado no Canadá, conhecedor profundo da realidade, desmascara o caráter democrático das chamadas "Primaveras Árabes", a sua origem e verdadeiros objetivos. E pergunta: por que razão as chamadas Primaveras árabes deixaram intocadas as antidemocráticas monarquias árabes?

Autor de dois livros sobre este tema, "Arabesco americano", em 2011, e Arabescos, em 2015, Ahmed Bensaada defende e prova que as chamadas "Primaveras árabes", nada tiveram de primaveril e muito menos de árabe…

Atualizado em 18.01.17

Leia mais...