Venezuela: confirmado desmantelamento de grupo terrorista

imagemResumen Latinoamericano/Telesur

Durante a operação de desmantelamento, foram mortos dois membros do corpo de segurança, enquanto cinco ficaram feridos.

O Governo venezuelano confirmou, nesta segunda-feira, o desmantelamento do grupo terrorista, responsável pelos ataques a sedes de organismos públicos durante o ano de 2017.

O Ministério do Poder Popular para Relações Interiores, Justiça e Paz da Venezuela foi encarregado de informar que foi desmantelado “um perigoso grupo terrorista”.

Na operação, foram mortas duas pessoas das forças de segurança, enquanto cinco ficaram feridas.

O grupo terrorista foi responsável pelo roubo de um helicóptero, utilizado para atacar as sedes do Tribunal Supremo de Justiça (TSJ) e do Ministério do Interior e Justiça durante a celebração do Dia Nacional do Jornalista, em junho de 2017.

“A ação de nossas forças especiais (…) impediu que desenvolvessem sua nebulosa intenção, que incluía a explosão de carros-bomba em lugares públicos e a consumação de outros atos terroristas, que de maneira brutal e com cínica desenvoltura foram exibidos em redes sociais e meios de comunicação por integrantes do bando”, informou o Ministério através de um comunicado.

Também detalharam que, durante a operação, cinco criminosos foram capturados.

O grupo, a bordo de um helicóptero subtraído da base aérea Generalíssimo Francisco de Miranda, em Caracas, lançou quatro granadas contra o TSJ e efetuou 15 disparos contra a sede do Ministério de Interior e Justiça, na tarde de 27 de junho passado, ainda que nas cercanias do lugar do ataque houvesse crianças em uma creche e pessoas trabalhando.

Horas mais tarde, a aeronave foi localizada por corpos de segurança em uma zona arborizada do estado de Vargas, a uns 45 minutos de Caracas.

Este fato ocorreu durante os protestos organizados pela oposição contra o Governo do presidente Maduro, que se estenderam de abril até fins de junho, e que causaram umas 130 mortes e inúmeras perdas materiais em estruturas públicas e privadas.

Através de um comunicado, este despacho denunciou que a célula criminosa tinha planejado desestabilizar a paz da nação com a ativação de carros-bomba e outros atos terroristas contra o povo venezuelano.

A seguir, o comunicado:

O Ministério do Poder Popular para Relações Interiores, Justiça e Paz da República Bolivariana da Venezuela informa que no dia de hoje, 15 de janeiro de 2018, foi desmantelado um perigoso grupo terrorista após um enfrentamento com as forças de segurança e manutenção da paz da República.

Este grupo criminoso é responsável, depois de roubar um helicóptero oficial, de perpetrar crimes atrozes ao metralhar e lançar artefatos explosivos contra o recinto do Tribunal Supremo de Justiça e contra o terraço do Ministério do Poder Popular de Interior, Justiça e Paz (onde, nesse momento, se realizava o ato comemorativo do Dia do Jornalista), em 27 de junho de 2017.

Estas ações colocaram em gravíssimo risco a vida de pessoas inocentes, inclusive a de crianças da pré-escola que se encontra na sede de nosso máximo tribunal; também são responsáveis pelo ataque contra o destacamento da Guarda Nacional, situado em San Pedro de los Altos, população do Estado Miranda, na data de 18 de dezembro de 2017, de onde retiraram armas de guerra para serem utilizadas em atos contra a paz do povo da Venezuela.

Estes terroristas, que estavam fortemente equipados com armamento de alto calibre, abriram fogo contra os funcionários encarregados de sua captura e tentaram fazer detonar um veículo carregado de explosivos, com o muito lamentável saldo de dois funcionários da Polícia Nacional Bolivariana falecidos e cinco gravemente feridos; nossos efetivos foram traiçoeiramente atacados pelos violentos quando se estava negociando as condições para sua entrega e resguardo. Os integrantes desta célula terrorista que fizeram resistência armada foram abatidos e cinco criminosos foram capturados e detidos.

A ação de nossas forças especiais, aos quais um minucioso trabalho de investigação conduziu a dar com o paradeiro destes assassinos, impediu que desenvolvessem sua traiçoeira intenção, que incluía a explosão de carros-bomba em lugares públicos e a consumação de outros atos terroristas, que de maneira brutal e com cínica desenvoltura foram anunciados em redes sociais e meios de comunicação por integrantes deste bando.

Queremos felicitar o desempenho de todos os funcionários policiais e militares que participaram das operações para neutralizar este grupo terrorista, com profunda dor enviamos nosso reconhecimento eterno àqueles que caíram no cumprimento de seu sagrado juramento de servir a nossa pátria. Fazemos votos pela recuperação de nossos efetivos feridos.

É nosso dever enfatizar que o Governo Bolivariano da Venezuela perseguirá sem descanso e castigará todo aquele que, através de atos criminosos, violadores da Constituição e das leis, tentar enfraquecer a sagrada paz e a tranquilidade de nossa pátria. O trabalho de nossas forças policiais e de nossa Força Armada Nacional Bolivariana deu frutos no dia de hoje para a vitória da paz.

Mensagem de Freddy Bernal, Comissário Geral do Serviço Bolivariano de Inteligência Nacional (SEBIN): https://soundcloud.com/ivan-rodriguez-819646114/audio-de-freddy-bernal

Vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=wmZBr397Tzs

Fonte: http://www.resumenlatinoamericano.org/2018/01/15/confirman-desmantelamiento-de-grupo-terrorista-en-venezuela-video-y-audio/

Tradução: Partido Comunista Brasileiro (PCB)