Mês
Março 2010

EM DEFESA DE CUBA SOCIALISTA

Crédito: PCB Vamos divulgar as ações do povo cubano em defesa de sua revolução! Leia e divulgue o Blog: somostodospalestinos.blogspot.com Os meios de desinformação dos países ocidentais, partidários do capitalismo selvagem, falam da dura repressão às “Damas de branco”. Vejamos os vídeos e comparemos os métodos repressivos em ambos sistemas.

Uma infausta data: 46 ANOS DEPOIS

Crédito: “Tortura Nunca Mais” À todos/as que partiram sem poder dizer adeus. Caio N. de Toledo* Há 46 anos – na data em que o imaginário popular consagra como o “dia da mentira” – era rompida a legalidade democrática implantada no Brasil com o fim da ditadura do Estado Novo (1937-1945). Nestes dias, apenas os falcões da ultradireita brasileira talvez se atreverão a lembrar ou comemorar publicamente o 1º. de abril de 1964; civis e militares que o fizerem, em bizarros cenários, serão uma inexpressiva minoria.

FDLP: O aumento da luta, com todos os meios possíveis e o fim da divisão, são as respostas ao colonialismo e a judaização de Jerusalém

Crédito: www.dflp-palestine.org A Frente Democrática para a Libertação da Palestina considera que os confrontos com o exército de ocupação em Jerusalém e na Cisjordânia aumentaram para deter, totalmente, o colonialismo e para conquistar os direitos do povo palestino. Esses fatos convocam-nos a participar e fortalecer a luta na Cidade Santa e nas aldeias vizinhas, que enfrentam a arrogância do ocupante e sua política contra a terra e os habitantes palestinos.

30 DE MARÇO – O DIA DA TERRA PALESTINA

Crédito: somostodospalestinos.blogspot.com (Nota Política do PCB) No mundo inteiro, o dia 30 de março tem um significado especial para os internacionalistas. Neste dia, em 1976, na Galiléia, uma poderosa greve geral organizada pelos trabalhadores palestinos, contra o confisco de suas terras pelo exército sionista, é reprimida violentamente pela força de ocupação.

O valor da mercadoria força de trabalho

Crédito: Operário – Portinari Autor: Paiva Neves (*) O modo de produção capitalista, historicamente, é produtor de mercadorias. Isto porque, tudo que é produzido tem como objetivo central o lucro. O lucro é obtido através da extração da mais valia no ato da produção. No entanto, ele se concretiza plenamente quando a mercadoria é levada ao mercado para ser trocada por dinheiro que por sua vez é trocado por outras mercadorias para fazer mais dinheiro. Este processo continuado de troca é o que caracteriza o capital.

HOMENAGEM DO PCB A JAYME MIRANDA

Crédito: PCB Jornalista Morto pela Ditadura é Homenageado TRIBUNA INDEPENDENTE – MACEIÓ – ALAGOAS Terça-feira, 16 de Março de 2010. Gilson Monteiro (Repórter)

Depoimento de um brasileiro que viveu três anos em Cuba

Crédito: brasil.indymedia.org Por Guilherme Soares, 23/03/2010 Por Guilherme Soares Silveira Bueno Eu gostaria de me expressar um pouco aqui sobre os comentários desta recém famosa blogueira cubana (Yioani Sánchez). Eu sou saxofonista, morei três anos na ilha, sem visitar o Brasil neste período, estudei música no ISA (Instituto Superior de Arte de Havana), antigo clube de campo dos turistas norte-americanos antes de 1959. Fiquei a maioria do tempo em Havana, onde eu estudava,mas em um dos períodos de férias, com a mochila nas costas e pedindo carona, atravessei durante quase dois meses a ilha inteira, de ponta a ponta, passando por todas as capitais e outros lugares, como Placetas, Puerto Padre, Mayarí e Chivirico. Tentei me manter o mais longe possível dos programas turísticos, pois queria conhecer a Cuba vivida pelos cubanos. Nos três anos em que lá estive, minha convivência foi basicamente com os cubanos, no ISA não tem muitos estrangeiros e eu era o único brasileiro.