Partido Comunista do Uruguai saúda o XV Congresso do PCB

Montevidéu, 17 de abril de 2014

Estimados camaradas do irmão P.C.B.:

O Partido Comunista do Uruguai, com grande afeto, também expressa nesta mensagem sua mais cordial saudação neste momento de início de vosso XV Congresso Nacional.

Unem-nos profundos laços ideológicos e históricos, fortalecidos pela luta internacionalista comum e pelo compartilhamento dos desafios da construção do socialismo e do comunismo nesta etapa histórica da América Latina, nuclear para a humanidade toda. Como no passado e no presente, continuaremos marchando juntos pelos mesmos objetivos superiores.

Nosso Partido deseja que vosso Congresso obtenha êxito em todos os importantes assuntos a ser discutidos, o que sem dúvida significará um novo avanço no processo de luta do irmão povo brasileiro.

Como sempre camaradas, encontrarão nosso Partido disposto a lutar junto com vosso Partido pelo socialismo, por todas as vias que nossos povos decidam transitar, forjando assim a única opção humana frente à brutal existência do imperialismo.

Recebam nossos melhores desejos de sucesso nesta relevante tarefa comunista que se propõem.

Fraternalmente,

Eduardo Lorier

Secretário Geral do PCU

Daniel Coira

Secretário de R.I. PCU

Tradução: Partido Comunista Brasileiro (PCB)

Saudação do Partido Comunista do Curdistão – Iraque (KCP-I)

Para os militantes do XV Congresso Nacional do PCB

Queridos camaradas

O Partido Comunista do Curdistão – Iraque envia as mais calorosos saudações ao XV Congresso do PCB, a se realizar em São Paulo de 18 a 21 de abril de 2014 e espera que tenham sucesso em suas tarefas no sentido de unificar as fileiras comunistas no Brasil, assim como de ter a esquerda desempenhando um papel mais efetivo em repelir os esforços da direita e do neoliberalismo.

O Partido Comunista do Curdistão – Iraque trabalha em conjunto com o Partido Comunista Iraquiano com o objetivo de salvar o Iraque de um devastador sistema de quotas sectárias, que é uma obstrução ao desenvolvimento da democracia e também a falta de compromisso de nosso governo central com a constituição, que define nosso sistema como pluralista, federal e democrático, e a soberania nacional das intervenções regionais que estão quebrando a segurança, a estabilidade e o progresso do país, incluindo a região do Curdistão.  Nosso povo está lutando nessa fase de construir um Estado federal democrático no Iraque, no qual a região do Curdistão e as províncias tenham um sistema descentralizado conforme nossa constituição.  Acreditamos que esse crescimento da democracia em nosso país e a adoção de um sistema de políticas que beneficiem os pobres e pessoas de baixa renda são as melhores escolhas para conseguir a estabilização e parar o terrorismo e os bombardeios assassinos diários.

Na região do Curdistão, nosso Partido Comunista do Curdistão –Iraque trabalha para desenvolver uma entidade federal,pela expansão da liberdade e da democracia e pela elevação do nível das classes e categorias mais pobres do povo do Curdistão.

Finalmente, esperamos que tenham um congresso partidário bem sucedido e produtivo e esperamos sua solidariedade com as causas de nosso povo em todas as partes do Curdistão em face das perspectivas de soluções de paz.  Esperamos também estabelecer fortes laços entre o KCP e o PCB de forma a ligar a luta internacionalista e comum da classe operária e de outras classes sociais oprimidas, de nossos dois povos e de todos os povos do mundo.

Vitória para a justa luta do Partido Comunista Brasileiro!

Longa vida à solidariedade internacional!

Com saudações fraternais,

Bureau Político do Partido Comunista do Curdistão-Iraque.

http://www.regaykurdistan.com/

Partido Comunista na Dinamarca saúda o XV Congresso do PCB

O Partido Comunista na Dinamarca, KPiD, vos saúda pela ocasião de seu XV Congresso Nacional do PCB.

Desejamos que tenham discussões frutíferas e decisões que fortaleçam o PCB em nossa luta comum pela paz, pela melhoria das condições de vida e pelos direitos da classe trabalhadora e pelo socialismo.

O problema é o Capitalismo. A solução é o Socialismo!

Fraternalmente,

Bo Moeller, secretário Internacional.

Nyheder

MENSAGEM DE JORGE BEINSTEIN

Queridos camaradas del PCB,

Entre el 18 y el 21 de este mes se realizará el XV Congreso Nacional del PCB, les envio mi saludo fraternal con el deseo de éxito en la actividad programada.

Vivimos ahora un momento muy grave a nivel mundial, el imperialismo norteamericano junto a sus socios-vasallos de la OTAN ha lanzado una ofensiva desesperada abarcando todos los continentes, trata por la via político-militar contrarrestar su creciente debilidd económica y su podredumbre social interna.

Los acontecimientos de Ucrania en estos dias y la tentativa de bombardear Siria en septiembre del año pasado asi lo demuestran.

En América Latina el centro de su agresión es la zona Colombiana-Venezolana donde buscan desestabilizar y luego derrocar al gobierno de Maduro y acorralar y luego desarmar a los combatientes de las FARC.

Al mismo tiempo el ciclo de los gobiernos progresistas se va agotando, desde Argentina, hasta Brasil pasando por Ecuador los juegos sinuosos de estos progresistas han terminado por desgastarlos. En el caso venezolano nos vamos acercando rápidamente a un punto crítico: o bien el proceso popular se tranforma en una revolución anticapitalista abriendo audazmente el camino socialista o bien ese país sufrirá las consecuencias del caos provocado por el imperialismo y la burguesia local que han emprendido la via fascista. El camino de la paz en Venezuela, la unica forma de evitar la llamada “guerra civil” pasa por la revolución socialista, por la movilización revolucionaria de las masas populares barriendo, aplastando las resistencias burguesas.

En toda América Latina ahora más que nunca la via de la revolución aparece como la opción posible para enfrentar la amenaza imperialista.

Reciban un fuerte abrazo comunista y revolucionario

Jorge Beinstein

Saudação do Comité Central do Partido Comunista Português ao XV Congresso do PCB

Partido Comunista Brasileiro

Caros camaradas

Recebam as saudações fraternais dos comunistas portugueses ao XV Congresso do Partido Comunista Brasileiro, acompanhadas dos votos de sucesso aos seus trabalhos.

A situação internacional permanece marcada pelos desenvolvimentos da crise estrutural do capitalismo e violenta ofensiva do imperialismo dirigida contra os trabalhadores e os povos.

O quadro actual coloca objectivamente a necessidade de reforçar a luta contra a ofensiva imperialista e por profundas transformações de natureza anti-monopolista e anti-imperialista, orientadas para a superação revolucionária do capitalismo e confirma a necessidade e o papel dos partidos comunistas e do reforço do movimento comunista e revolucionário internacional e da sua solidariedade internacionalista. O PCP atribui particular importância ao processo dos Encontros Internacionais de Partidos Comunistas e Operários, agindo para fortalecer o movimento comunista e revolucionário internacional e a frente anti-imperialista.

Em Portugal, comemoramos o 40o aniversário da Revolução de Abril – acontecimento fundamental na luta dos trabalhadores e do povo portuguê pela libertação, o progresso social e o socialismo – num momento em que nos confrontamos com a mais violenta ofensiva contra os direitos dos trabalhadores e do povo português desde o tempo do fascismo. Neste contexto, o PCP promove a luta dos trabalhadores e do povo português pela demissão do Governo PSD/CDS, pela ruptura com a política de direita e pela alternativa patriótica e de esquerda, assumindo como fundamental desenvolver a luta de massas e reforçar o PCP, projectando o seu Programa de Democracia Avançada que – resgatando o caminho e valores de Abril – constitui parte indissociável da luta pelo socialismo e o comunismo em Portugal.

Renovando os votos de sucesso aos trabalhos do XV Congresso do PCB, expressamos a vontade em contribuir para o desenvolvimento das relações entre os nossos dois partidos.

17 de Abril de 2014

PARTIDO COMUNISTA PORTUGUÊS

Comité Central

www.pcp.pt

www.international.pcp.pt

Partido Comunista do México saúda o XV Congresso do PCB

Partido Comunista do México/Birô Político do Comitê Central

México DF, 17 de abril de 2014

Ao Comitê Central do Partido Comunista Brasileiro

Queridos camaradas:

Em nome do Comitê Central do Partido Comunista do México, saudamos fraternalmente e com grande alegria o XV Congresso do Partido Comunista Brasileiro, que ocorrerá entre 18 e 21 de abril, em São Paulo. Fazemos votos pelo sucesso de suas deliberações e o desenvolvimento de suas resoluções, que levarão o proletariado brasileiro a um salto na luta de classes contra o capital.

Ao longo de sua história, o Partido Comunista Brasileiro, como partido da classe operária, vem organizando os trabalhadores e as camadas populares para confrontar a exploração e na conquista de uma vida melhor. Em combate abnegado e sacrificado, em mais de 90 anos, o PCB conquistou nos centros de trabalho, nas indústrias, nos portos, nos campos, nos bairros populares, nas escolas e universidades o lugar que lhe corresponde como partido revolucionário, como partido marxista-leninista. Milhares de militantes exemplares constituíram as fileiras do PCB e nelas se forjaram: os inesquecíveis camaradas da Coluna Prestes, da luta clandestina, os camaradas presos e torturados, os assassinados. Honra e glória para os mártires que levantaram a bandeira do Partido Comunista Brasileiro até o último suspiro!

O PCB, partido de vanguarda da classe operária, dos explorados e oprimidos, é também o centro do ataque da burguesia e, por isso, ele conhece a ilegalidade, o exílio. Ao mesmo tempo, também deu sempre mostra de que é invencível, de que é insubmisso, de que seu otimismo e convicção na futura vitória do socialismo são inabaláveis. O oportunismo em sua variante eurocomunista, os efeitos negativos da contrarrevolução buscaram a liquidação do Partido Comunista Brasileiro e falharam. Enquanto os desertores que tentaram liquidar as características leninistas e despojaram o PCB de seus bens para fundar o PPS, se afundam no lodo da colaboração com os monopólios, o PCB completa sua reconstrução revolucionária e, baseado na autocrítica às concepções reformistas, se dota de uma estratégia pelo poder popular e pelo socialismo.

O PCB é o cérebro e o coração da Revolução brasileira, cujo caráter socialista está definido pelos limites históricos do capitalismo. Os conteúdos anticapitalistas, antimonopolistas e anti-imperialistas do Programa do PCB sustentam a luta pelo poder popular.

O PCB é, pois, a alternativa organizativa dos proletários e camadas populares no Brasil.

Com a socialdemocracia expressa no PT e seus aliados no governo, é claro que o reformismo é uma força colaboradora do capital; que suas ações estão orientadas à desvalorização do trabalho, à pauperização dos trabalhadores, ao favorecimento dos latifundiários e da agroindústria, à busca de que os monopólios brasileiros ocupem um lugar melhor no sistema imperialista, a ser a barreira de contenção que busque a desmobilização classista e popular que gera o antagonismo capital/ trabalho, acentuado pela continuidade das políticas de exploração, despojo que favorecem estritamente a rentabilidade do capital, o enriquecimento dos monopólios.

São muito claras as Teses do XV Congresso do PCB: no Brasil a tarefa é o socialismo. Que ingenuidade a daqueles que querem ver um país semifeudal, semicolonial ou dependente no Brasil dos monopólios, que faz parte da aliança interimperialista BRICS; que está exportando capitais, com monopólios da morte como a Odebrecht, que despojam e espoliam outros povos, como o mexicano. O alto desenvolvimento capitalista do Brasil engendra as condições para a Revolução socialista. Em consequência, a aliança com a chamada burguesia nacional não é mais que uma ilusão. Tem razão o PCB ao defender que o proletariado brasileiro possui como central em suas tarefas o desenvolvimento de sua hegemonia entre as camadas populares.

O PCM coincide, pois, com o PCB num conjunto de tarefas, por uma leitura comum do desenvolvimento capitalista e as tarefas contemporâneas dos comunistas.

Por isso, coincidimos plenamente. Por isso, temos uma participação comum, baseado no marxismo-leninismo e no internacionalismo proletário, em vários espaços de intervenção na América e no mundo.

Queremos expressar, também, que nos entusiasma a candidatura à Presidência de Mauro Iasi e de Sofia Manzano à vice-presidência. Esta candidatura comunista é uma expressão de que o PCB está comprometido com o povo brasileiro, ao entregar-lhes seus melhores esforços. Mauro e Sofia são dois comunistas consequentes, intelectuais marxistas de grande valor continental, verdadeiros filhos do povo e comprometidos à plenitude com a classe operária; são expressões da cultura, da poesia, do estudo e da investigação. A candidatura comunista de Mauro e Sofia é certeira.

Queridos camaradas:

Num recente encontro com o camarada Ivan Pinheiro, Secretário Geral do PCB, falávamos de reforçar os vínculos entre nossos partidos. É um imperativo.

A luta pelo socialismo é de atualidade e é a única saída para a decadência e barbárie do capitalismo em sua fase imperialista. O Partido Comunista Brasileiro dará una contribuição significativa a essa tarefa internacional do proletariado.

Viva o marxismo-leninismo!

Viva o XV Congresso do Partido Comunista Brasileiro!

Viva o socialismo-comunismo e o internacionalismo proletário!

Proletários de todos os países, uni-vos!

O Birô Político do Comitê Central

Ver vídeo de saudação: https://www.youtube.com/watch?v=mx9SgHpZFTU

Tradução: Partido Comunista Brasileiro (PCB)

Saudação do Partido dos Comunistas (México) ao XV Congresso do Partido Comunista Brasileiro (PCB)

Recebam uma fraterna saudação por parte da militância do Partido dos Comunistas (México) acerca da celebração de seu XV Congresso. Sem dúvida, São Paulo se curvará ante a presença dos comunistas brasileiros que trabalharão arduamente para avançar na luta, a fim de alcançar o objetivo dos povos do mundo: a construção da sociedade socialista.

O Partido dos Comunistas se encontra num processo similar de discussão interna para afinar seu trabalho partidário em todo México, a caminho de sua III Conferência Nacional de Organização, que ocorrerá em maio deste ano. A militância discute sobre o fortalecimento de sua estrutura, elevar o nível ideológico, político e cultural de seus quadros, fortalecer seus meios de agitação, propaganda e difusão, colocar em prática novas formas de interação entre o partido e as massas, entre a luta de classes. Também visamos aprofundar a análise sobre a crise geral do sistema capitalista, partindo do modo de produção capitalista, das relações de produção capitalista e da estagnação das forças produtivas. Estes foram alguns dos temas levantados em nosso III Congresso Nacional, celebrado em 2012, e que devem ter continuidade e prosseguimento para orientar e fortalecer nosso partido.

Em nome de nosso Comitê Central, reiteramos nossa fraterna saudação ao PCB e a sua luta histórica, sempre ao lado das melhores causas do irmão povo brasileiro. Esperamos que seus trabalhos sejam exitosos. Da terra de Zapata e Flores Magón, dizemos que, assim como vocês, há dez anos, como partido produto da unidade dos revolucionários mexicanos, lutamos para derrotar o capitalismo e construir a pátria socialista.

Saibam que, aqui no México, contam com um partido irmão: o Partido dos Comunistas.

Viva o Marxismo-Leninismo!

Viva o internacionalismo proletário!

Viva o Partido Comunista Brasileiro!

Fraternalmente,

Rafael Castañeda Pineda

Secretário de RI do Comitê Central

México, DF – Abril de 2014

Tradução: Partido Comunista Brasileiro (PCB)