Vitória dos servidores Municipais de Florianópolis deixa um recado para a burguesia do país!

imagemPartido Comunista Brasileiro – PCB Florianópolis
Unidade Classista – Base SINTRASEM

Quando não se concilia, os trabalhadores conseguem vencer. Essa é a lição que os servidores municipais de Florianópolis deixaram aos trabalhadores de todo o Brasil. Esse é o recado que os trabalhadores deram à burguesia, não só da cidade, como de todo o país. Não aceitaremos que ataquem nossos direitos. Continue lendo

OLHAR COMUNISTA – 22/02/2017

imagemNúmeros preocupantes na Educação brasileira

Dados do Censo Escolar 2016 do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), divulgados no dia 16 de fevereiro, mostram que há, no Brasil, 2,8 milhões Continue lendo

Todo apoio ao Bloco de Luta pelo Transporte Público de Porto Alegre

imagemComitê Regional do PCB – Rio Grande do Sul

No dia de hoje (21) vão a julgamento seis militantes do Bloco de Luta Pelo Transporte Público, indiciados por crimes que não cometeram nas jornadas de junho de 2013. Na época, a justiça autorizou busca e apreensão em suas casas, tendo a polícia apreendido bens pessoais como computadores e livros. As acusações são infundadas, escandalosamente*. Como pena, podem receber até 20 anos de prisão. Continue lendo

OLHAR COMUNISTA – 20/02/2017

imagemJustiça obriga Uber a pagar direitos trabalhistas

A Justiça do Trabalho de Belo Horizonte reconheceu que há vínculo trabalhista entre a empresa Uber e seus motoristas e determinou o pagamento de adicional noturno, horas extras, indenização por rescisão de contrato, além da restituição de gastos com gasolina, água e balas oferecidas para os passageiros. A Uber anunciou que vai recorrer da sentença. Continue lendo

OLHAR COMUNISTA 13-02-2017

imagemReforma da previdência é para esmagar os trabalhadores

Conforme matéria de O Globo, de 7 de fevereiro último, o governo Temer não admite qualquer negociação sobre a idade mínima para a aposentadoria – a proposta é que somente aos 65 anos os trabalhadores e as trabalhadoras poderão se aposentar –, sobre o “pedágio” (acréscimo de 50% sobre o tempo que falta para homens com mais de 50 anos e mulheres com mais de 45) e as reduções nos pagamentos de pensões e benefícios assistenciais. Para as autoridades, estas são as medidas necessárias para equilibrar as contas da previdência social. Continue lendo