Notas Políticas do PCB

TODA SOLIDARIEDADE AO POVO DO HAITI. INTERVENÇÃO MILITAR NÃO!

Crédito: Martirena (Nota Política do PCB) O terremoto no Haiti não pode ser tratado como uma oportunidade de negócios! O quadro dramático de devastação e dor, com milhares de mortos, feridos e desalojados, em conseqüência do terremoto no Haiti, trouxe grande comoção a todos os povos. O Haiti, um dos países mais pobres do mundo, com índices elevadíssimos de desemprego e analfabetismo, não conta com recursos próprios suficientes para fazer frente à situação – não há médicos, equipamentos de resgate; faltam água e comida, o governo trabalha em uma barraca de campanha. Este quadro de miséria tem origem na história marcada por um violento processo de espoliação de suas riquezas e de seu povo promovido pela colonização europeia e pelos EUA. Colonizado inicialmente pela Espanha, o país teve sua população nativa aniquilada ou escravizada. Seu território foi cedido à França em 1697.

Palestina Livre! Essa luta é de todos nós.

Crédito: Latuff (Nota Política do PCB) O próximo dia 27 de dezembro marca um ano da invasão genocida do Estado de Israel à Faixa de Gaza, que destruiu toda a infraestrutura da região, saneamento, distribuição de água e eletricidade, comunicação e rodovias, além de escolas, creches, hospitais, dezenas de milhares de residências e centenas de prédios públicos.

PCB PARTICIPA, EM CARACAS, DA FUNDAÇÃO DO MOVIMENTO CONTINENTAL BOLIVARIANO

Crédito: PCB (Nota Política do PCB) Realizou-se em Caracas, na semana passada, o Congresso fundador do MOVIMENTO CONTINENTAL BOLIVARIANO (MCB). Participaram do evento centenas de delegados de organizações políticas revolucionárias e movimentos populares classistas de mais de trinta países. O PCB esteve representado pelo seu Secretário Geral, Ivan Pinheiro, e seu Secretário de Relações Internacionais, Edmilson Costa. Do Brasil, participaram também da fundação a Corrente Comunista Luiz Carlos Prestes, representada pelo camarada Geraldo Barbosa, e o PCML.

Os Rumos da Frente de Esquerda

(Nota Política do PCB) O Partido Comunista Brasileiro – PCB, diante da conjuntura política e do posicionamento dos partidos que, em 2006, compuseram a Frente de Esquerda, apresenta sua posição a respeito das perspectivas políticas no processo que antecede as eleições de 2010.

Aos Militantes da Intersindical

(Nota Política do PCB) A Comissão Política Nacional do PCB saúda a realização do Encontro Nacional da Intersindical (Instrumento de Luta e Organização da Classe Trabalhadora), a realizar-se nos dias 28 e 29 deste mês, em São Paulo, e dirige-se a todos os militantes que constroem esta importante ferramenta, no seguinte sentido:

Saudação ao Povo Negro

(Nota Política do PCB) O Partido Comunista Brasileiro associa-se às celebrações pela passagem do Dia da Consciência Negra. O comprometimento de nosso partido para com as lutas pela valorização do povo negro brasileiro vem de longa data. Já em julho de 1930, denunciávamos a persistência de elementos de escravidão na situação real experimentada pelos negros do país, não obstante a tão propalada Abolição da Escravatura. Neste mesmo ano, nas eleições presidenciais, apresentamos ao povo a candidatura de Minervino de Oliveira, militante de nosso partido, que se tornou então o primeiro negro e o primeiro operário a disputar a presidência da república.

TODA SOLIDARIEDADE A CESARE BATTISTI. NÃO À EXTRADIÇÃO!

(Nota Política do PCB) O Partido Comunista Brasileiro (PCB) vem a público reafirmar sua plena solidariedade para com o cidadão italiano Cesare Battisti, seriamente ameaçado de ser extraditado para a Itália, onde o governo neofascista de Berlusconi, mesmo sem qualquer prova, transformou-o em símbolo de uma pretensa campanha “contra o terrorismo”, em ação orquestrada com a mídia burguesa internacional, que busca a todo momento criminalizar aqueles que se dedicaram – e continuam a fazê-lo mundo afora – a lutar contra as injustiças e desigualdades promovidas pelo capitalismo.

Prêmio NOBRE da Paz

Nota Política do PCB De forma decepcionante, o Prêmio Nobel da Paz de 2009 foi outorgado a Barack Obama por “suas intenções de promover a paz e o desarmamento”. No primeiro momento, houve quem considerasse que se tratou de uma medida positiva, vendo na premiação uma crítica à política genocida de Bush e outros ex-presidentes dos EUA, uma medida que apontaria para um caminho de busca de soluções políticas e econômicas capazes de garantir a sobrevivência da espécie humana.

Camarada Marighella, PRESENTE!

Crédito: files.wordpress.com (Nota Política do PCB) No próximo dia 4 de novembro, cumprem-se quarenta anos do covarde assassinato de Carlos Marighella pelas forças da repressão da ditadura militar. O PCB se associa a todas as iniciativas para homenagear este herói e conclama sua militância e amigos a delas participarem. Marighella formou-se politicamente na grande escola do PCB, onde militou a maior parte de sua vida como revolucionário. Após o golpe imperialista de 1964, que assumiu a forma de golpe militar, o camarada rompeu com o PCB, liderando a criação da ALN (Ação Libertadora Nacional), em razão de divergências com a linha política do Partido, em que predominavam as ilusões de aliança com setores da chamada burguesia nacional e na democracia burguesa, equívocos que estão na raiz da derrota popular em 1964.

HONDURAS: Nota Política do PCB

Golpistas: respeitem a Embaixada brasileira! Pela imediata suspensão do estado de sítio em Honduras e a volta de Zelaya à Presidência!