Nacional

Suprema impunidade

Crédito: acertodecontas.blog.br Decisão do STF equivale torturadores e torturados, regride no tempo e legitima ditadura militar.

A vergonha é nossa

Crédito: seminariopresal.com.br (Publicado no Jornal dos Economistas de abril de 2010) Paulo Metri – conselheiro da Federação Brasileira de Associações de Engenheiros

O déficit da esquerda é organizacional

Crédito: PCB José Paulo Netto Para os revolucionários inscritos na tradição marxista colocam-se atualmente problemas inteiramente novos. Não é a primeira vez que, nos últimos cento e cinqüenta anos, uma conjuntura deste tipo se instaura (nem será, talvez, a última). Mas, certamente, nenhuma das conjunturas anteriores revestiu-se da dramaticidade com que se apresenta a situação atual. Com efeito, o exaurimento de todas as possibilidades civilizatórias do capital alcança hoje um nível tal que a manutenção, ainda que seja por uns poucos decênios, da ordem capitalista implica um grau de violência e barbarização que tornará inviável a sobrevivência da humanidade (o desastre ecológico é apenas um signo, embora crucial, das perspectivas horrorosas que se põem a médio, senão a curto, prazo). E isto se dá na quadra histórica, emergente na transição dos anos 1970 aos 1980, em que o projeto revolucionário fundado em Marx (e, de fato, o processo revolucionário real que tomou sua primeira forma na Revolução de Outubro) registrou derrotas históricas de larga incidência.